Skip to main content

Tecnologias como a Inteligência Artificial no varejo estão em constante evolução e cada vez mais presentes no setor.

Graças a ela, avanços como automação de processos, previsão de demandas, chatbots e marketing de recomendação (usado em aplicativos como Spotify e Netflix, que personalizam as recomendações de conteúdo conforme as preferências do usuário) são possíveis e fazem parte da nossa rotina.

Quer saber mais sobre essa inovação e como ela contribui para alavancar negócios? Então, continue a leitura deste artigo!

O que é Inteligência Artificial e como ela colabora para os resultados no varejo?

A Inteligência Artificial nada mais é do que uma tecnologia que permite o aprendizado e a automação por máquinas.

Sistemas de IA “aprendem” e conseguem replicar tarefas, identificar padrões e processar informações. Assim, conseguem desempenhar atividades de forma autônoma, com pouca ou nenhuma intervenção humana.

Logo, aplicar a Inteligência Artificial no varejo é uma manobra que oferece uma série de vantagens e proporciona resultados. Vamos conferi-las a seguir.

Otimização o controle de produtos expostos e estoque

Com ferramentas de IA, é possível realizar análises de dados complexas de forma rápida e eficiente. Isso colabora para que uma loja ganhe mais previsibilidade sobre vendas e informações a respeito da dinâmica de vendas e estoque.

Dessa maneira, com auxílio de sistemas, é possível planejar reposições no estoque e prateleiras de acordo com a demanda, sazonalidade, picos de venda e outras variáveis.

Melhora da experiência do cliente

Mais uma vez, com apoio de processamento de dados, empresas têm condições de conhecer mais profundamente seu consumidor e mapear seu comportamento. 

Esse conhecimento se reverte em ações mais personalizadas voltadas a atender às dores e as necessidades dos clientes de forma altamente eficaz.

Como resultado, pode-se melhorar a experiência do usuário, focando na entrega de serviços, produtos e conteúdos de modo mais certeiro e customizado.

Mapeamento de padrões e tendências do mercado

Com a profunda análise de dados, além de saber mais sobre o cliente, as empresas têm a oportunidade de identificar tendências de mercado, mapear a evolução da demanda de algum produto ou serviço e mais.

Isso viabiliza reposições de estoque mais inteligentes e tomadas de decisão que beneficiam os resultados.

Maior agilidade e eficiência por meio da automação

O uso da Inteligência Artificial no varejo permite a automação de diversas tarefas que tornam as rotinas de trabalho mais rápidas e produtivas. 

Com isso, pode-se eliminar burocracias, erros e gargalos que tornavam as atividades mais lentas e conferir mais eficácia ao fluxo de trabalho.

Inovação e vantagem competitiva

Com processos mais inteligentes e otimizados, uma empresa certamente consegue se destacar perante a concorrência e potencializar seus resultados. 

Além disso, a tecnologia permite maior acesso a insights, tendências e oportunidades de mercado, facilitando a inovação e colocando o negócio na vanguarda do seu setor.

Redução de custos

Automação, eficiência e agilidade proporcionadas pelas ferramentas de IA contribuem para redução de erros e burocracias. Tudo isso também viabiliza a redução de custos, visto que vários processos desnecessários são eliminados e desperdícios identificados.

Retenção de clientes

Quanto mais satisfeito um cliente está com o atendimento de uma loja, disponibilidade de produtos, navegabilidade do e-commerce, personalização das ofertas e demais serviços — todos propiciados pela IA —, maiores as chances dele voltar a fazer negócios com essa empresa.

Logo, a Inteligência Artificial no varejo é uma das principais tecnologias aplicadas para satisfazer e fidelizar clientes.

Como aplicar a Inteligência Artificial no varejo?

Agora que você entende por que a IA é uma grande aliada no varejo, confira estratégias de como ela pode ser incorporada no varejo.

  • supply chain e S&OP (processo de vendas e operações): ferramentas de IA realizam uma série de automatizações e previsões que deixam a cadeia mais rápida, permitindo traçar melhores estratégias em relação a fornecedores, estoque, prazos de entrega, rotas de transporte, rastreio de encomendas e mais;
  • previsão de demanda: com base na tecnologia Big Data, lojas podem realizar compras com base em análises preditivas e saber mais sobre a demanda, desejo do consumidor, sazonalidade e demais aspectos que possibilitam aquisições efetivas e deixam o estoque preparado;
  • logística 4.0: o uso de IA e robótica na logística marca essa nova fase da cadeia de suprimentos, em que a tecnologia domina os processos e promove monitoramentos em tempo real para reduzir erros, desperdícios e riscos e, com isso, elevar a produtividade, os lucros e a satisfação do cliente final;
  • personalização de oferta e produtos: ferramentas de recomendação e análises da jornada de compra possibilitam que a empresa entenda o que o cliente precisa na hora e no local certos. Assim, torna-se possível personalizar a oferta de produtos e serviços, aumentando as chances de compra.

A Inteligência Artificial no varejo é uma tecnologia-chave para alavancar negócios e aprimorar processos nas empresas, tornando-as mais estratégicas e eficazes em suas tomadas de decisão.

Se você gostou deste conteúdo, não deixe de conferir outras postagens no nosso blog e saber mais sobre dicas, tendências e informações sobre tecnologia em primeira mão!

Patricia Machado

About Patricia Machado

Deixe uma resposta