Skip to main content

Vivemos na era dos dados, na qual empresas de todos os tamanhos e segmentos já entendem a importância de coletar e processar informações para gerar conhecimento embasado sobre o mercado e tendências.

Contudo, o que antes era um mar de dados, agora se tornou um oceano do qual não se vê fim. Segundo dados publicados no relatório Data Age 2025, do International Data Corporation (IDC), em 2020 o volume de dados cresceu 59 zettabytes. A projeção é que, até 2025, tenhamos 175 ZB em circulação.

Diante desse volume assombroso, na busca por se tornar mais competitivo e relevante, não basta saber o que é Big Data, mas é preciso, sim, ter uma estratégia de dados eficiente.

O desafio é: como lidar com a alta quantidade e variedade de informações disponíveis e processá-las para dar suporte às tomadas de decisão? A resposta para essa questão pode estar no Data Mesh, uma nova proposta para o tratamento de dados.

Neste post, você entenderá mais sobre o conceito de Data Mesh, como ele funciona, seus objetivos, benefícios e muito mais. Continue a leitura e fique por dentro!

O que é Data Mesh e como ele funciona?

O Data Mesh (em português, Malha de Dados) é uma proposta para um modelo de arquitetura de dados que funciona de forma descentralizada baseada em domínios, que as equipes têm a responsabilidade de gerenciar, compartilhar e governar seus próprios dados de forma autônoma.

Em outras abordagens mais utilizadas, como Data Lakes ou Data Warehouses, os dados de uma empresa são todos agrupados em um único local, onde são processados e analisados por alguma ferramenta. 

Em vez de concentrar os dados em um único repositório centralizado, o Data Mesh propõe que os dados sejam tratados como produtos, gerenciados por equipes dedicadas e autônomas responsáveis pelo ciclo completo, desde a coleta e processamento até a entrega e manutenção.

O Data Mesh apresenta um rompimento com esse modelo, propondo uma solução que permita uma gestão de dados descentralizada, mais flexível e escalável. Com isso, é possível democratizar o acesso aos dados, tornando eles mais próximos dos usuários finais e tomadores de decisão.

Quais são os objetivos desse modelo?

O modelo de arquitetura de dados baseado em Data Mesh é mais flexível, possibilitando que uma empresa gerencie seus dados conforme necessidades e demandas de escala. Com isso, pode-se dizer que um dos principais objetivos desse conceito é encurtar o caminho entre a informação gerada por dados e os usuários, colaboradores e tomadores de decisão de uma empresa.

Ao facilitar e democratizar o acesso e consulta às análises, a empresa ganha com mais produtividade, colaboração e inteligência de negócios,  por meio da definição clara de interfaces e protocolos e uma governança federada, os produtos de dados podem ser facilmente compartilhados e integrados entre diferentes equipes.

Além disso, se mais e mais profissionais conseguem fazer análises e pesquisar informações relevantes, maior será o potencial do uso de dados na empresa, a geração de insights e outras ações táticas.

Quais são os principais benefícios do Data Mesh?

Entenda como o Data Mesh pode ser vantajoso para uma empresa se bem implementado. Veja os ganhos que ele pode proporcionar.

Favorece o ganho de escala

Com o Data Mesh, empresas podem apostar em diferentes abordagens suas operações de dados, o que pode incluir, por exemplo, contratar uma infraestrutura de dados terceirizada.

Com isso, é mais fácil reduzir as complexidades de TI que a empresa possa ter e ganhar escala conforme a evolução do seu negócio. Graças a esse tipo de contratação descentralizada, uma corporação pode aumentar ou diminuir seus serviços de dados para acompanhar seu volume e necessidades.

Melhora a governança

Quando o assunto é eficiência de dados, ter uma estrutura distribuída e fracionada pode, inclusive, ajudar a aprimorar o controle e políticas de conformidade.

Contar com provedores de serviços de dados é uma vantagem aqui, uma vez que muitos deles já operam conforme diretrizes internacionais de segurança e compliance.

Aprimora a colaboração e a diversidade nas equipes

A arquitetura Data Mesh tem como pilar favorecer a autonomia de profissionais, desburocratizando o acesso aos dados. Ou seja, o que, antes, fica restrito aos especialistas de TI, agora pode ser disponibilizado a todos de forma facilitada.

Isso traz mais transparência, produtividade no trabalho e alta colaboração. Com esse formato é possível, inclusive, apostar em formar times ágeis e multidisciplinares para lidar com projetos.

Potencializa a entrega de dados

Como falamos, um dos objetivos centrais do Data Mesh é viabilizar a formação de uma estrutura flexível, simples e muito mais acessível para os usuários. A ideia é entregar valor e relevância para as pessoas que vão de fato aplicar a inteligência de dados no dia a dia do negócio, tomando decisões, fazendo planejamentos e projeções, etc.

Por isso, os dados precisam estar o mais próximo possível, de modo que as pessoas os encontrem de forma rápida e inteligível quando precisarem. Ter uma arquitetura de dados fragmentada faz com que o tempo de processamento seja menor, entregando informações com maior agilidade.

Proporciona flexibilidade

Outro benefício claro do Data Mesh é ter mais flexibilidade e autonomia. Empresas podem escolher diferentes fornecedores e testar vários modelos em vez de depender de uma única solução ou plataforma para dados.

Aumenta o nível da segurança de dados

Soluções que demandam a centralização de dados envolvem um processo extra no processamento que é a transferência das informações para uma determinada plataforma, onde eles serão tratados.

Contudo, como se sabe, nesse envio e movimentação existem riscos de perda, ataques, vazamentos, entre outros. É possível reduzir isso ao coletar e processar dados em seu local, seu movê-los, como propõe o Data Mesh. Logo, esse método colabora para aumentar a segurança e também reduzir problemas de conectividade e desempenho.

Quais são os principais desafios das empresas na implementação do Data Mesh? 

A implementação do Data Mesh, como vimos, apresenta muitos benefícios, mas ela também envolve desafios que empresas precisam conhecer para se planejar da melhor forma. Elencamos os principais a seguir. 

Demanda uma mudança cultural

Inovar é preciso para conquistar uma vantagem competitiva, mas muitas vezes isso demanda uma mudança de cultura corporativa. O Data Mesh é uma metodologia que exige uma mensalidade descentralizada de gestão. 

Isso acontece, pois as equipes de domínio precisam ser capacitadas para gerenciar seus próprios dados. Em geral, essa é uma abordagem que favorece a autonomia e a proatividade, logo, é preciso que gestores e colaboradores estejam preparados para isso.

Necessidade de um modelo de governança eficiente

Outra importante demanda associada ao Data Mesh é o modelo de gestão e governança de dados. É preciso investir em processos bem definidos e padronizados para que o compartilhamento e a colaboração entre as equipes de domínio tenham como base a qualidade e segurança dos dados. 

Afinal, como cada área terá mais flexibilidade no acesso e na análise de insights por meio dos dados, é crucial ter procedimentos para evitar erros, duplicidades e imprecisões nessas informações. 

Investimento em infraestrutura e ferramentas

A infraestrutura de TI precisa ser expandida ou adaptada para suportar a implementação de uma abordagem Data Mesh. 

Empresas precisam contar com ferramentas e um ambiente robusto para poder garantir a integração de sistemas, o processamento e armazenamento de dados da melhor maneira.

Cuidado na integração de dados 

Integrar dados de diferentes áreas pode ser um desafio para as empresas. Essa complexidade precisa ser bem planejada para garantir o sucesso da implementação, uma vez que se faz necessária a utilização de diversos recursos, esquemas, formatos de dados e tecnologias. 

Capacitação das equipes

O Data Mesh é uma abordagem inovadora, e uma tendência que está despontando no mercado, por isso, existe a carência de mão de obra altamente qualificada, visto que informações a respeito desse método são novidades. Assim, nesse cenário, um desafio para as empresas é, justamente, encontrar profissionais especializados e retê-los, uma vez que a demanda por esse conhecimento no mercado é alta.

Como funciona o Data Mesh na nuvem?

A proposta de distribuição e flexibilidade no gerenciamento de dados se encaixa perfeitamente em um ambiente na nuvem. Para tal, empresas podem contar com diversos provedores e buscar recursos para estruturar o modelo Data Mesh com base e serviços cloud computing.

Atualmente, plataformas na nuvem oferecem aos seus clientes muito mais do que armazenamento remoto, mas sim uma infinidade de ferramentas e soluções de Big Data que podem ser contratadas sob demanda e personalizadas de acordo com os critérios e preferências dos clientes.

Na prática, é possível migrar toda a infraestrutura de TI de uma empresa e suas operações para a nuvem. Com isso, ganha-se mobilidade, flexibilidade e a possibilidade de expandir o negócio de forma estruturada e escalável.

Em paralelo, plataformas na nuvem oferecem serviços de armazenamento praticamente ilimitado e sob demanda. Isso permite que empresas tenham condições de lidar com o enorme — e em constante crescimento — volume de dados com eficiência e performance.

O Data Mesh é um conceito que traz uma nova proposta e ponto de vista sobre a questão da gestão e tratamento de dados. Ao apresentar uma ideia de domínio descentralizado das informações geradas, esse modelo oferece às empresas a possibilidade de adotar uma arquitetura de dados mais inovadora, ágil e estratégica.

Gostou de conhecer o conceito de Data Mesh e está interessado em otimizar seu gerenciamento e arquitetura de dados? Se sim, conte com a expertise e as soluções em computação na nuvem da Leega.

A Leega é parceira certificada dos maiores provedores de Cloud Computing do mercado e conta com um time de profissionais altamente preparados e capacitados para guiar nossos clientes em sua jornada de transformação digital. Conheça mais a fundo os serviços da Leega e veja como podemos ajudar você e revolucionar seu negócio!

About Patricia Machado